PT | EN
     

   
     

A empresa

Serviços

Parceiros

Portfolio

Publicações

Testemunhos

Contactos

             
     
 

A TRADUVÁRIUS iniciou no Verão de 2010 mais uma das actividades para que está vocacionada: a edição de livros.


A parceria com o Centro de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras de Lisboa permite à TRADUVÁRIUS abraçar projectos de curto e médio prazo, no âmbito das edições.

O Centro de Estudos Clássicos (CEC) é uma Unidade Científica de Investigação dedicada ao estudo da Antiguidade Grega e Romana, bem como do seu impacte na cultura europeia. Tem também a seu cargo cursos de doutoramento e de pós doutoramento, a participação em redes de investigação internacionais, a divulgação da cultura científica e a promoção

de actividades culturais.
 
 

   
                     
   

 

       
                     
 

Um Quase-Périplo à CAPADÓCIA


“Ninguém vem sem ter de ir” – eis a decisão que empurrou o autor para o percurso de memórias pessoais que desvenda sem rebuço, mesmo que tenha sempre à espreita a senhora da gadanha. Em cada página, há um desfilar encantatório dos sítios onde se cruzam enredos teológicos.
Um Quase-Périplo à CAPADÓCIA é a oferta do génio de um escritor que não pode ficar ocultado.
 

Manuel Vilas-Boas, jornalista da TSF

     
                     
             
                     
 

CRÍSIS, A Cortesã


Em 1444 – catorze anos antes de ser eleito Papa com o nome de Pio II – Eneias Sílvio Piccolomini era um humanista fervoroso que lia com avidez os clássicos gregos e latinos e que se exercitava imitando-os em composições de vário tipo.

 

Algumas ficaram célebres pela ousadia de que dão provas, como é o caso da comédia Crísis. Numa clara imitação de Plauto, o grande comediógrafo latino do séc. III a. C., Piccolomini pretendeu mostrar em palco as habilidades de uma cortesã na arte de iludir clérigos.
 

     
                     
             
                     
 

QUINTILIANO


O livro INSTITUTIO ORATORIA, com cerca de 2000 anos, foi o primeiro manual de ensino, e QUINTILIANO foi o primeiro professor remunerado da História.
 

A versão portuguesa é uma homenagem aos professores primários, num gesto de profunda gratidão pelo papel insubstituível que desenvolvem na construção do indivíduo.
 

     
                     
 

Próximas publicações

             
 

Hero e Leandro. Uma história de amor
O volume reúne a obra-prima de Ovídio (Heroides 18-19), a versão do poeta grego Museu, e as dos grandes autores ingleses, o poeta quinhentista Cristopher Marlowe e a do dramaturgo do século XVII Ben Jonson.

Escribónio Largo, Receitas médicas
Dos inícios do Império Romano, chegou até nós este manual de receitas médicas. O seu receituário foi largamente utilizado na Antiguidade, e ainda hoje é um texto do maior interesse.

Quinto Cícero, Manual de campanha eleitoral
Trata-se de um pequeno tratado de ciência política escrito no século I a.C., nos finais da República Romana, sobre como organizar uma campanha eleitoral.

Colecção de divulgação:
SANTOS E MILAGRES NA IDADE MÉDIA PORTUGUESA. Textos e cultura da pré-nacionalidade.
Volumes previstos: S. Vicente, Sta. Engrácia, Sta. Eulália, Sta. Justa e Sta. Rufina, S. Sebastião, S. Mamede, Sto. Estêvão, S. Cosme e S. Damião, Santiago, S. Torquato, S. Cucufate, Sto. Tirso, S. Frutuoso, S. Cipriano, Sta. Eufémia.
 

   
                     

 

Rua Guilherme Gomes Fernandes, nº 23, 3º Esq. 2675-370 Odivelas
Tel: +351 219318931/2 | Fax: +351 219318932